↑ A B C "Terrier Chileno" 2

↑ A B C “Terrier Chileno”

Chile, de forma oficial conhecida, organizando mostras especializadas, implementando um sistema de identificação e formando uma equipe de serviço estudioso destes cães. Há qualquer tempo, foi incluído dentro do grupo 11 pelo Kennel Club do Chile (KCC), entretanto ainda não foi oficialmente conhecida na Federação Cinológica Internacional (FCI). Desde 2011, a raça é do grupo três por Alianz Canine Worldwide (ACW).

No Chile, esses “terriers” europeus cruzados com cães nativos dão vida, o terrier chileno atual, tenaz caçador, de tamanho pequeno, cabelo curto e limpo. De seus antepassados ingleses herdou o temperamento angustiado e ladrador, sempre que que os cães locais calcó o equilíbrio, coragem, lealdade e espírito de guarda. Companheiro incansável, no decorrer dos séculos XVIII e XIX, a raça foi montada nos “fundos” do centro-sul do Chile, aclimatándose com facilidade a uma existência rústica, diversas vezes, de “nobre”. Nem todos tiveram a oportunidade de criar este artigo com esse nanico extenso cão, dessa maneira que sempre identificou-se como um cão de categoria social alta.

no final do século XIX e da Revolução industrial, muitos camponeses migram para as cidades, levando consigo suas famílias e seus súditos chilenos. Rapidamente consegue se ajustar à existência urbana, sendo utilizado em recentes indústrias e nos novos assentamentos humanos (cités) para o extermínio de ratos. Sua cor principal é o branco, o que é acompanhado por marcas pretas e cafés. É de cabelo curto com uma camada de subpêlo que, algumas vezes, deixa entrever várias manchas escuras visíveis através da cota branca do manto. As orelhas são de colocação alta, com uma ponta inclinada para a frente —na forma de um “V”.

Tem uma arcada dentária e mordida bem formadas. Os machos têm uma altura de entre 32 e 38 cm de altura na cernelha, sendo a altura perfeito de 35 cm. pras fêmeas têm uma altura de entre vinte e oito e 35 cm de altura na cernelha, sendo a altura impecável de trinta e dois cm, Os machos pesam entre cinco e oito kg, o peso ideal é de 6,cinco quilos.

As fêmeas pesam entre 4 e 7 kg, e o peso correto é de 5,cinco kg Utilização: para a caça pequeno e como cão de companhia. Classificação actual: Grupo 11, raças não reconhecidas na FCI (Federação Cinológica Internacional). Classificação actual: Grupo 3, raça conhecida por ACW (Alianz Canine Worldwide). Cão compacto, de tamanho médio, bem balanceado, de aparência fino e firme, sem ser pesado. O cabelo é curto e apertado, destacando-se a simetria de suas cores e marcas.

  • Compartilho o ponto de vista de Lourdes e dou-lhe o meu apoio por esse assunto. MiguelMTN
  • Batman, você está de acordo
  • Coruja-do-mato blanquinegro, Ciccaba nigrolineata
  • Preto (, Basileuterus belli
  • setenta e sete Bull Terrier, O cachorro é um intuito simplesmente nanico comparsa adorável
  • Casaco de malha
  • Enchimento com flocos de memory (25%) e espuma (75%)

Apresenta-cauda-curta, muitas vezes de nascimento. Cabeça: a tua forma é triangular, como uma pêra, se ver do alto, mais larga na apoio e adelgazándose para a ponta do focinho. De perfil, expõe uma ligeira convexidade para o osso occipital. Crânio: arredondado com frente quase plana, com stop insuficiente pronunciado.

Pescoço: ligeiramente arqueado, de comprimento médio, mais grosso nos machos que nas fêmeas. Corpo: compacto e bem estruturado, mais curto e quase quadrado nos machos que nas fêmeas, forte ser suave, com linhas curvas bem determinadas. Linha superior: firme e reta, desce ligeiramente para a garupa.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima