10. Quais Eram Os Seus Antecedentes Familiares? 2

10. Quais Eram Os Seus Antecedentes Familiares?

Há alguns dias eu fiz o download de seu genial canção de zumbis “Greenland” e não sabia que você ia estar nesse lugar, nem sequer que tinha um disco novo. O que me lembro de te resta de tuas colaborações com Almodóvar? O tema que me soou, no conclusão o Que fiz eu pra merecer isto! 2. Saudações Zumbi. Para mim a hora do chá, ou a de a sesta para nós, me parece a mais sensual.

o Que nos ofereces em seu novo disco? A essa hora pontualmente é o que me parece, não entendo se mais sensual, mas desde assim a mais lúdica do dia e também a mais social. 3. Bernardo. Que surpresa! Qual permanecer? Com todos, por isso os tenho posto. 4. A começar por Chamberi. Bernardo.

Depois desta trilogia, que pareces ter condensado toda (ou vasto porção) a sua experiência musical, o Que você é ou o que você amaria de poder fazer? Eu desejaria de imaginar que ainda tenho muito por fazer, já que se não me deprimiría muito. 5. Olá Bernardo, tu que foste um dia o associado mais jovem da SGAE, como

  • Alojamento (hosting) $16,000.00
  • A sintonia telefônica consegue-se
  • Senhor Burns: Diga
  • dez Sótão B
  • Como definir o preço adequado
  • 5 Marketing rodovia internet
  • vinte e um coisas que lhe davam medo na sua infância
  • Escolha bem a franquia

Como você vê o panorama musical no futuro e como você avalia a política desta entidade? Fui o mais jovem filiado do Conselho de Administração da SGAE, não para a CENTRAL. O panorama musical do futuro está decidindo atualmente, principlamente com a chegada de downloads da Internet. 6. Quem você adoraria que aparecesse voz às suas composições? Scott Walker ou David Bowie. Nem mais, nem menos. 7. O Que há de verdade em que os Zumbis íeis de divos nos tempos da Nova Onda? Estranhos jogos. Um abraço.

O Canhoto diz muitas besteiras da minha continuamente, acho que é por causa de não tem nada de respectivo, o que contar. Eu não ia no plano Bryan Ferry, você só me vestia de forma idêntico. De facto, na capa do segundo álbum de Zumbis saía com um smoking branco, o atípico de um grupo da ‘nova onda’. 8. Boas tardes. O Quéha sido mais difícil compor as trilhas sonoras de histórias de outros ou oferecer música à sua própria vida?

Colocar música, a minha própria vida, definitivamente. O que ocorre é que ao mesmo tempo tem funcionado como uma espécie de terapia que me permitiu encontrar várias coisas a respeito mim mesmo e reparar algumas das que eu não gostava. 9. Olá, o alegria de recebê-lo. você localiza que a música de hoje peca comercial, e isso está nos levando a cargarnos talentos musicais independentes de modas definidas? Boa sorte com o teu disco.

grato. É muito simples imaginar que a música de hoje peca por falta de audácia. 10. Quais eram os seus antecedentes familiares? De que forma surgiu em você o interesse na música? Meu pai é italiano e teu serviço levou-o a viajar em volta do universo, conheceu a minha mãe no Brasil, casou-se com ela e, após numerosas viagens chegaram a Madrid, onde eu nasci.

11. Você tem uma grande carreira profissional. O que o levou a aplicar-se às bandas sonoras? Muitas coisas. Por um lado, rodovia os Zumbis desintegrar-se e assim como a música que fazíamos parecia de alguma forma limitada, visto que no pop você não podes fazer muito mais do que músicas de 4 minutos com uma letra.

eu Não gostava de sair em turnê, todavia além de tudo, foi a hipótese que me disponibilizou o cinema pra investigar outros tipos de música que eu precisava fazer. Eu gostava de poder ir de fazer um drama com um quarteto de cordas a uma comédia com uma orquestra ou outro tipo de filme com sintetizadores. 12. Olá Bernardo. Quero-Te conceder os meus parabéns pelos seus trabalhos cinematográficos, me parecem excelentes. Especialmente, tenho grande estima por tua trilha sonora para “Entre as pernas”, com cerca de aires muito hermmannianos. Quais são os compositores que mais admira?

Como você vê o panorama nacional de compositores de cinema? Uma saudação e agradecimento. Obrigado. Para meu também ‘Entre as pernas’ é uma das faixas que eu fiz que eu mais amo. Algumas vezes fui “acusado” de hermanniano, o que ocorre é que Hermann-se inspirava muito em os compositores russos do começo do século, e eu também. O panorama nacional o vejo bastante regular neste instante; há pessoas com talento, entretanto a tecnologia tem gerado muito amador, já que é muito simples fazer música sem ter conhecimentos profundos de cinema. 13. Bonezzi, Bonezzi Você Minha vida não é secreta, entretanto é característico.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima