A Febre Do Black Friday Chega Às Pequenas E Médias Empresas 2

A Febre Do Black Friday Chega Às Pequenas E Médias Empresas

A tradição anglo-saxônica do Black Friday foi lançado fortes raízes no nosso estado. No Brasil o Black Friday nasceu eminentemente por intermédio do e-commerce. E desde o primeiro momento, foi um sucesso. “É um evento em que você vai subir as vendas”, proporciona José Ángel López, diretor comercial da eBay.

O que tem favorecido também o canal convencional, isto é, as lojas físicas, esteja carregado de golpe para essas promoções. A omnicanalidad voltou a triunfar de novo. Em cada caso é uma oportunidade pras pequenas e médias corporações, não apenas porque aumenta as vendas, entretanto assim como pela hora de oferecer o salto para a loja virtual. São as vantagens que traz para uma pme utilizar esses grandes vitrines de lojas para vender seus produtos.

“É um canal de vendas adicional através do qual a pequena organização poderá aceder a novos mercados e compradores. Um marketplace que minimiza os custos de investimento, e a pme tem acesso a um nível de tráfego que, de outra forma, precisaria de muito investimento em marketing digital”, conta Lopes. Claro que há que revelar com uma prática.

  • Proximidade e arquitetura
  • três – As redes sociais de fotógrafos de moda
  • Marketing
  • Busquets: “Não é um partido anti-Cristão”
  • 5 Aparições em videos musicais
  • Regional Enrique Cabrera Barroso
  • Aprenda a concorrência

“A pme precisa dispor de um item, de um bom inventário, e de processos de negócios preparados pra operar no nosso lugar. Assim podes-se garantir uma experiência de e-commerce de sucesso”, diz López. O outro grande mercado, a Amazon, a tendência foi a mesma, como conta Andreu Castelhano, responsável de Comunicação corporativa da Amazon em Portugal.

“Durante o Black Friday do ano passado, mais de 40% das propostas foram de produtos comercializados por pequenas e médias empresas que usam o Amazon como teu canal de distribuição online, o percentual mais grande em nossa história. Além do mais, duplicaram os pedidos recebidos em ligação ao Black Friday do ano passado, registrando números de venda históricas. De esta maneira, assim como se chega a novos freguêses e se dão a compreender novos produtos”. Se bem que um vasto canal de distribuição de socorro, e muito, para uma pme a conceder o salto para a loja online, bem como é preciso fazer uma aposta mais trabalhada. “As grandes companhias fazem em tal grau ruído midiático para o Black Friday, que isso pode ser aproveitado nas pequenas e médias organizações.

Mas a pme necessita enfiar a cabeça em cheio no e-commerce pra que você a conheça”, aponta Jorge Porto, diretor de marketing do Instituto Superior pro Desenvolvimento de Internet (ISDI). E isso requer empenho, serviço e insistência. “As pequenas e médias empresas terão que enxergar para os seus freguêses.

Pra essa finalidade, precisam lançar boas estratégias em mídias sociais e motores de procura. Não apenas para o Black Friday, essa é a desculpa, porém para o resto do ano”. Com esse encerramento, Porto propõe que o produto de cada pme se converta em algo único. É como montar um anão bairro na internet”, diz.Desde assim sendo, todo um universo digital que se abre pras pequenas e médias organizações pela grande encontro do Black Friday. O Black Friday cai pela sexta-feira posterior ao domingo de Ação de Graças, um feriado nos Estados unidos. Em Portugal, os descontos costumam imperar durante todo o fim-de-semana seguinte. Até surgir o Cyber Monday, que é segunda-feira posterior, outro encontro incontornável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima