A IDENTIFICAÇÃO De animais De Estimação 2

A IDENTIFICAÇÃO De animais De Estimação

Do mesmo jeito as pessoas, várias de nossas animais de estimação necessitam estar documentados. De acordo com as normas municipais, o animal precisa de estar devidamente documentado, e o proprietário ou detentor necessita de estar em condições de pôr essa documentação à persistência da autoridade competente, quando lhe seja requerido. Pra essa finalidade é preciso inscrevê-la no Registro de Animais de Companhia antes dos três meses desde o seu nascimento. Para colocar o chip, os veterinários recomendam que o animal tenha entre mês e meio e dois meses.

Depois dessa idade, pode ser inserido em qualquer momento. É muito significativo que os detalhes fornecidos ao veterinário são os mais corretos, uma vez que esta detalhes é a que fica reservada e que será usado em caso de extravio do animal. Do mesmo modo, quando o animal falecer, há também que comunicá-lo por intervenção de um documento assinado pelo veterinário.

A identificação por chip ajuda a impedir o abandono, por causa de a lei pune com sanções muito elevadas para quem abandonam ou maltratam um animal. Os cães, como as pessoas, devem de um passaporte quando viajam pra fora de Portugal. O documento que permite deslocar-se animais de estimação entre os diferentes estados comunitários recebe o nome de um Passaporte Europeu pra Animais de Companhia.

trata-Se de uma demão de saúde, válida por todo o território comunitário, que atesta que o teu animal de estimação beneficia a saúde necessária pra viajar e se tornar sem desprezar os regulamentos em um cão turista. Esse passaporte é uma espécie de cartilha de saúde canina que precisam ter nossos animais de estimação pra sair de nossas fronteiras.

O primeiro de todo o animal tem que estar identificado com microchip. Um veterinário autorizado tem que certificar-se de que o cão não sofre nenhum tipo de doença que o impeça de viajar. Além do mais, terá de estar em dia com todas as vacinas. A raiva, mas está aproximadamente erradicada do Brasil, é a doença que ainda —sobre o cenário veterinário— mais lhes preocupa as autoridades europeias na hora de conceder o passaporte.

O veterinário, que tem que pertencer a um colégio oficial de veterinários, será que será emitido o passaporte europeu definitivo, uma vez que você tenha verificado que o teu animal não sofre de problemas de saúde essenciais. Estes requisitos são suficientes para a maioria dos países da União Europeia. Mas outros estados, como Suécia, Reino Unido, Irlanda, exigem, também, uma observação que ignora que o “turista de quatro patas” tem anticorpos virais em seu corpo humano. Malta e Finlândia, também pedem algumas provas. No caso finlandês, por exemplo, o Governo exige que trinta dias antes de dar início a viagem, o cão seja tratado contra o parasita interno responsável pela doença conhecida como echinococcosis.

  • Um Surto em Higuey, na República Dominicana
  • 5 Produção de remédios no Brasil
  • sete razões por que a Nova Zelândia é perfeita para rodar vídeos
  • Batman, você tem uma abóbora no nariz

Para impossibilitar complicações, o melhor de sempre é deslocar-se com bastante antecedência à viagem, a embaixada do país de destino e saber em primeira mão todos os requisitos pra viajar próximo a seu animal de estimação. Além de cães, gatos e furões, coelhos assim como têm que ter seus papéis em diretriz. Embora sejam menores têm que dispor de uma demão de saúde. Nela vêm as datas, o tipo de vacina e o carimbo do veterinário, e também os detalhes do proprietário. Também costumam transportar, no momento em que são identificados, o adesivo com o número do microchip.

No caso dos nativos, em Portugal não existe uma documentação para a posse destes “peludos” em casa, apenas a Cartilha Oficial de Vacinação. Esta precisa ser colocada ao dia quanto a vacinas. O que está proibido é usá-los para a caça. No caso destes pequenos animais, a nossa dica é deixá-los em alguma creche para animais de estimação que ficam mais calmos e que a volta seus proprietários, poderão ser recolher.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima