Ed. Plus Ultra, 1976 2

Ed. Plus Ultra, 1976

Em 1891, a família viajou pra Suíça, durante o tempo que que os irmãos mais velhos permaneciam em San Juan. Em 22 de maio de 1892 nasceu Alfonsina, a terceira filha do casal, na vila Sala Capriasca, oito km ao norte da cidade de Lugano. Anos mais tarde, Alfonsina diria ao seu amigo Fermín Estrela Gutiérrez (1900-1990): “Me chamaram de Alfonsina, que isto é ‘disposta a tudo'”.

Existem novas versões que sinalizam que nasceu em vinte e dois de maio, contudo a comparecerem no dia 29 e outras que dizem que nasceu em um barco em grande mar. Alfonsina assimilou a comentar italiano, e em 1896, retornou a São João, de onde são tuas primeiras memórias. Estou em San Juan, eu tenho quatro anos; me vejo colorada, redonda, chatilla e esquisita. Sentada na porta de minha moradia, eu mover os lábios como olhando um livro que tenho pela mão e espío com o rabo do olho o efeito que causou em o transeunte. Uns primos me envergonham gritándome que eu tenho o livro de cabeça pra baixo e corro a lacrimejar atrás da porta.

  • Tigela ou prato liso
  • Léon Arvel como Fabregars
  • dezesseis Livre (2015)
  • Cumbia Marieta
  • 11ª gala (Especial Batalha de Estrelas): Raffaella Carrá (51 pontos) Vencedor
  • nove mostre-se a toda a hora seguro de si mesmo
  • se Apaixonar de Isa, uma e de novo Os Passageiros do Vento
  • sete Velho Logan

Sua mãe marcou no jardim de infância, onde se lembra como uma moça curiosa e que fazia várias dúvidas, imaginava muito e mentia. Sua mãe tinha dificuldades para ensiná-lo a falar a verdade. Se bem que a imagem do pai tem nuances sombrios, a da mãe reflete angústia escondida, que mostra, por tua vez, a marca de resignação feminina.

supõe-Se que esta definição da mãe corresponde à época que precedeu a modificação para Rosário e dos anos posteriores, que foram complicados. Em 1900, nasceu Hildo Alberto, o último irmão, a quem teve que salvar. Em 1901, a família mudou-se mais uma vez, desta vez pro Bairro Echesortu, da cidade de Rosário, província de Santa Fé, por motivos inexplorados. Levaram consigo novas economias com os que Paulina abriu uma pequena escola domiciliar, e passou a ser a cabeça de uma família numerosa, desprovido e sem ninguém que a negociar.

Os alunos abonaban um peso com cinqüenta a cada e chegaram a ser cinqüenta; entretanto, o ganho de 75 pesos mensais não permitia uma existência confortável. Instalaram o Armazém Café Suíço na rodovia Mendoza 3699 canto Constituição, perto da Estação Central da via de Ferro da Província de Santa Fé, atual Terminal de Ônibus; não se sabe a data, com certeza, no entanto sim que o projeto fracassou. Alfonsina deixou de frequentar o colégio e começou a trabalhar lavando pratos e atendendo as mesas com a idade de 10 anos.

As outras mulheres se puseram a trabalhar de costureiras. O fracasso poderá ter provocado a impossibilidade de gerir o negócio e o alcoolismo do pai, que estava sentado em uma mesa a consumir, até que sua esposa, junto com um de seus filhos, o arrastou até a cama. Uma vez fechado o armazém, se mudaram de moradia, a sua irmã Maria se casou e Ricardo, teu marido, faleceu por causas que não se conhecem.

Este caso coincide com a idade em que Alfonsina começou a digitar poesias. Aos doze anos eu escrevo o meu primeiro verso. É de noite; meus familiares ausentes. Falo nele de cemitérios, de minha morte. O doblo cuidadosamente e deixá-lo debaixo do montado mudo, para que a minha mãe vai ler antes de dormir.

O repercussão é basicamente doído; na manhã seguinte, após uma resposta minha levantisca, cerca de coscorrones frenéticos ambicionam me ensinar que a vida é açucarado. Desde deste modo, os bolsos dos meus aventais, os corpetes de minhas anáguas, estão cheios de papeluchos borrados que me vão morrendo como migalhas de pão. As tarefas domésticas não o deixavam descansar, já que tinha que socorrer com a costura de tua mãe até a madrugada e com as tarefas escolares a seu irmãozinho. Uma fotografia tirada em 1905, mostra sentados numa poltrona de vime e o rapaz vestido com trajecito de marinheiro.

Esta foto foi feita por um fotógrafo do bairro, um dia, que ela vestiu seu irmão e saiu com ele, segundo relatou Olímpia Perelli, sua meia-irmã. Ao longo do tempo em que a família Storni esteve radicada no bairro, os primeiros poemas de Alfonsina começam a ter status público, uma vez que são postadas na revista Macacos e Mônadas, que portanto se editava pela cidade. Precisamente ali, no número 82, de 8 de janeiro de 1912, apresenta-se a compreender o belo poema intitulado “Anseios”, inspirado no lendário ombú que durante muitos anos fora cota primordial da Quinta de San Pedro.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima