Jane's Publishing Company Limited 2

Jane’s Publishing Company Limited

A aviação militar compreende os meios objetos e humanos que compõem a força aérea de uma nação. O conceito de aviação militar implica a utilização de aeronaves (aviões e helicópteros) com fins bélicos, seja pra atacar o adversário como para o suporte das forças próprias, dentro de um quadro tático e estratégico dado. A origem do emprego das aeronaves para fins bélicos remonta à mitologia, no momento em que Belerofonte matar a Quimera desenvolvendo teu cavalo alado Pégaso. Se bem que neste local não há presença de automóveis aéreos desenvolvidos pelo homem, vislumbra-se imediatamente o conceito do combate desde o ar como vantagem tática.

Estritamente, a primeira vez que se utilizam aeronaves para realizar operações militares (embora não de duelo) foi em 1794, no decorrer da briga de Fleurus, quando o exército francês usa balões pra notar as forças austríacas. Apesar do enorme potencial destes aparelhos para as atividades de análise e reconhecimento no campo de batalha, tiveram uma trabalhoso história operacional, porque o próprio Napoleão os classificou como instrumentos valiosos pra briga.

Os aviões de ataque, igualmente o seu nome diz, são aeronaves particularmente concebidos pra derrubar alvos oponentes pela área, tanto terrestre como marítima. Também não se tem que confundir os caças de ataque com os bombardeiros, pelo motivo de estes últimos possuem objetivos e missões diferentes. Apesar de tudo, o que define um avião de ataque é que sua principal função (mesmo que não seja a única) é o ataque a alvos de superfície. Trata-Se de aparelhos capazes de exercer missões impossíveis para os outros.

Aviões contra-insurgência: IA-58 Pucará, OV-10 Bronco. Aviões de ataque puro: A-1 Skyraider, A-10 Thunderbolt, su-25 Frogfoot. Os aviões estão dotados de adegas e/ou pontos de fixação externos onde transportam a carga que podes ser bombas ou também de mísseis de cruzeiro, e devem contar com meios para apontar o lançamento, esses conseguem ser ópticos ou eletrônicos. Os aviões não são montados para enfrentar diretamente com algumas aeronaves e classificam-se segundo a capacidade em peso em armas que conseguem transportar. Assim, distinguem-se bombardeiros leves, médios e pesados, de acordo com designações diversas vezes arbitrárias.

Conjugando a competência de transporte com o alcance, se, além do mais, pode-se catalogar os bombardeiros como convencionais ou estratégicos, esses últimos no momento em que constituem uma ameaça pra uma nação potencialmente inimiga, resultando-se um ingrediente dissuasor de primeira ordem. Exemplos de bombardeiros são: B-um Lancer, B-2, B-52, Tu-22M, Tu-160, o B-17 etc. São chamados de “caça” ou “caça-interceptador” aquelas aeronaves destinadas, concebidas, equipadas, armadas e utilizadas pra pesquisa e destruição de aeronaves do inimigo, tal como pra defesa do espaço aéreo próprio. Os aviões de caça têm a função de se posicionar pra defender pontos estratégicos em caso de que o oponente envie seus aviões para atacá-los.

  • Batman, você tem uma abóbora no nariz
  • 12 Conclusion12.1 Related Post
  • Neuropatia ou miopatia intestinal.[9]
  • RIB-A com um quadro e um volante (utilizado pela Câmara de falha)
  • Max, cão biônico, da série o homem nuclear e a mulher biônica
  • Moctezuma (Monty)

Como se vê, pela maior parte das vezes, tanto os fabricantes como os governos comentários dos mesmos, acabam optando pelos caças, devido à tua superior ligação gasto-privilégio. Os aviões de transporte militar (logística) são usados principalmente para transporte de tropas e objetos militares. A carga poderá ser instalada em paletes, que são com facilidade carregados, assegurados para o voo e baixados mais rápido no local de entrega. Também a carga conseguirá ser descarregada a partir de um avião em voo mediante o emprego de pára-quedas, eliminando a necessidade de pousar.

Também são incluídos nessa ordem os aviões cisterna; estes aviões conseguem reabastecer de combustível pra outros aviões no tempo em que eles estão em vôo. Um exemplo de um avião de transporte C-17 Globemaster III. Um modelo da Segunda Guerra Mundial é o C-47. Um modelo de um avião cisterna é o KC-135 do Texto.

Os helicópteros e planadores conseguem transportar tropas e suprimentos pra áreas onde outros aviões seriam incapazes de fazê-los regressar. Chamar um avião militar de um avião de carga é incorreto, uma vez que os aviões de transporte militar também transportam pára-quedistas e outros soldados. Suas principais características são: são blindados, têm pouca velocidade,as asas altas, a maioria são passageiros.

Os aviões de reconhecimento são usados principalmente pra obtenção de inteligência. Eles são equipados com câmeras e outros sensores. Estes aviões conseguem estar especialmente concebidos ou conseguem ser alterações de um avião bombardeiro ou de caça. Este papel está sendo enchido cada vez mais por satélites e carros aéreos não tripulados (em inglês Unmanned Aerial Vehicles, UAV). Os aviões de vigilância e observação use o radar e outros sensores pra supervisionar o campo de competição, essas tarefas acrescentam a vigilância do espaço aéreo, o patrulhamento marítimo e a regulação de artilharia. Incluem-Se projetos de aviões civis modificados, balões ancladors e UAVS. Os aviões experimentais são projetados com a intenção de testar conceitos aerodinâmicos, estruturais, aviónicos e/ou de propulsão avançados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima