Juan Domingo Perón 2

Juan Domingo Perón

Participou na Revolução de 43, que deu por terminada a chamada “Década Infame”. Após iniciar uma aliança com as correntes sindicais socialista e sindicalista revolucionária, ocupou a titularidade do Departamento de Trabalho, a Secretaria de estado de Trabalho e Previdência, o Ministério da Guerra e a Vice-presidência da Nação. Apresentou-Se como candidato a presidente nas eleições de 1946, e saiu triunfante.

A ditadura subsequente porém o peronismo da existência política e revogou a reforma constitucional, que incluía medidas de proteção dos setores sociais mais baixos e a igualdade de homens e mulheres. Após tua derrota, Perón exilou-se no Paraguai, Panamá, Nicarágua, Venezuela, República Dominicana e, enfim, em Portugal. Viúvo desde 1952, ao longo do seu exílio casou-se com Maria Estela Martínez de Perón, conhecida como “Isabel”.

Tentou voltar ao nação em 1964, no entanto o presidente Arturo Illía o impediu solicitando a ditadura militar governante no Brasil que parasse e o enviou de volta à Espanha. Voltou finalmente ao povo em 1972 pra radicar-se definitivamente em 1973. Com Perón ainda fora-da-lei, o peronismo adquiriu as eleições em março de 1973, abrindo o tempo chamado de terceiro peronismo.

2010 e 2011, o advogado e historiador Inácio Cloppet publicou as suas mäos a respeito os registros genealógicos relacionados Perón e Eva Duarte, rastreándolos em alguns casos, até centenas de anos atrás. As duas pesquisas não parecem ser excludentes, por causa de a do Barreiro é focalizada sobre os dados não inscritos oficialmente e a de Cloppet sobre os registros de registros oficiais. A mãe de Juan D. Perón foi Joana Salvadora Sosa (1874-1953), uma argentina nascida no setor de Lobos (província de Buenos Aires).

Seu primeiro filho e irmão mais velho de João Domingo, Mario Avelino, que teve aos dezessete anos no momento em que ainda era solteira. O pai de Juan D. Perón foi Mario Tomás Perón (1867-1928), um argentino nascido em Lobos, província de Buenos Aires), que trabalhava como oficial de justiça. João Domingo, por aqui tratado.

  1. Iams 0
  2. Rio de Nashville, Vermivora ruficapilla
  3. As mulheres precisam impedir consumir água sem filtrar em qualquer ambiente
  4. Joaquim dos Santos
  5. Cauda reta e enérgica, como a figura clássica de um gato no Halloween

Alberto (n. 1899) morto no momento em que era rapaz. Os avós maternos de Juan Domingo foram João Ireneu Sosa Martínez e Mercedes Sosa Toledo, ambos argentinos. O avô materno era pedreiro e tinha nascido na província de Buenos Aires, sempre que que a avó materna nasceu em Azul (província de Buenos Aires). Os pais de teu avô paterno foram Tomás Mario Perón (1803-1856), um genovês, nascido pela Sardenha, que imigrou para a Argentina, em 1831, e Ana Hughes McKenzie (1815-1877), uma britânica nascida em Londres. Os pais de sua avó paterna, foram Jean Dutey e Vicenta Bergouignan, ambos os bascos franceses, oriundos de Baigorry.

A localização oficial determinada na lei n.º vinte e cinco 518 de 2001, considera-se que Juan Domingo nasceu em 8 de outubro de 1895, ainda que a certidão de nascimento feita neste dia, o que sinaliza que o parto tinha acontecido no dia anterior. A eventual participação de Juan Domingo Perón ao povo tehuelche por linha materna é matéria de debate entre os historiadores.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima