O Que É Ser Uma Empresa Baseada Em Dados? 2

O Que É Ser Uma Empresa Baseada Em Dados?

Todas as corporações -grandes, pequenas ou profissionais autônomos – estão transitando para o universo digital e este caminho tem de ferramentas pra estar pela vanguarda. O que é ser uma organização baseada em detalhes? “por intuição ou por hierarquia”, como costuma ocorrer em economia tradicional, explicou Alfaro. Neste universo, foi indicado, há organizações no “extremo”, que diminuem a tomada de decisão habitual e as “automatizar” por intermédio da detalhes que sabem gerar os chamados “cientistas de detalhes”.

Esta é uma nova profissão em voga, que se nutre de cientistas da computação, matemáticos e estatísticos, capazes de colaborar com a “visão final” sobre isso as preferências dos clientes, a partir da manipulação de milhões de detalhes. “É um talento escasso, indescritível. Sonpersonas realmente brilhantes”, destacou a executiva do BBVA. Neste olimpo de empresas digitais colocou exemplos como a Amazon.

Netflix é outro titã digital que sabe encarar com os dados. Assim, Elena Alfaro indicou que 85% do que se vê hoje em dia nesta plataforma digital de filmes e séries o geram as recomendações da própria corporação, e não as decisões pessoais do usuário. “Para esta finalidade analisa a começar por que série você já viu completa hoje, em que minuto você caiu ou a cor da capa do filme.”

  • Familiaridade com os sistemas de web analytics, business analytics e métricas sociais
  • Um notebook: USD 1 mil
  • Negociação da estratégia
  • nove Como publicar corretamente no Instagram
  • Ballesteros: “O Barcelona podes
  • Nissan Micra Showcar Agatha Ruiz de la Prada
  • Pressione Redes sociais
  • Goffman, E. (1981). Forms of talk. Philadelphia: University of Pennsylvania Press

Elena Alfaro expôs aos empresários e gestores andaluzes que compareceram ao café da manhã convocado na Casa do ABC as experctativas que apresenta o Big data e as ferramentas que montou e continua implantando BBVA. Tendo como exemplo, a perícia de fazer “um eletrocardiograma” os pagamentos de cartão numa área específica de uma cidade. “Meio milhão de pessoas de Madrid nos dizem todos os dias o que realizam”.

É o rastro que deixam os compradores da entidade financeira, em tão alto grau clientes como comerciantes, se unem todas as transações com cartões. Assim, BBVA representa 25% de todo o comércio de retalho que se paga com cartões no Portugal, e registra 710 milhões de transações por ano de um milhão de TPV’s e cinquenta e três milhares de pessoas.

A gestão de toda esta informação por cada negócio permite perceber a expansão das compras no negócio, o curso de consumidores, o modo dos concorrentes e tomar decisões com base nisto. “O digital prontamente está metido em nossos genes e nos obriga a trabalhar com produtos potentes sérios”, sublinhou. A nova ferramenta tem duas soluções, uma para as organizações que vendem serviços e outra pra que vendem produtos. Permite posicionar a marca do negócio pela internet para que o encontrem com facilidade os compradores e ganhe uma presença “poderoso”, com textos voltados para os buscadores como o Google.

Também permite dar reservas de serviços e promover-se um meio de liderança e de comunicação, como o ABC. Neste significado, o gerente de ABC de Sevilha, Álvaro Rodríguez Guitart, salientou que LKD “é fruto da decidida aposta na digitalização em que o jornal e o banco estão embarcados desde há anos”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima