O Seu Animal De Estimação Não Tem Um Seguro Veterinário? 2

O Seu Animal De Estimação Não Tem Um Seguro Veterinário?

O modelo para ter um animal de estimação se repete em vários casos. São as moças que insistem com seus pais para que lhes comprem um filhote de cão ou de gato. Os primeiros anos de vida do animal, tudo são alegrias e só há que visitar o veterinário para as vacinas e os exames de rotina, mas, à proporção que o animal envelhece, aparecem as dores e doenças.

Hugues Salord, diretor geral de SantéVet. O diretor acaba de lançar, em parceria com a AXA, a primeira corretora de seguros especializada em seguros pra animais de estimação. Reembolsos. O principal atrativo destes seguros é o reembolso de despesas veterinários. Há alguns que chegam a pagar mais de 90% dos gastos, qualquer coisa básico no caso de operações lados.

Medicamentos. Algumas apólices veterinárias também cobrem parcialmente as despesas em medicamentos pra animal de estimação. Custos de cautela. Uma parcela muito atraente destas apólices é que adicionam os exames e vacinas mais frequentes, o que auxilia pra tornar mais atrativo o valor. Cremação. Alguns seguros pra animais de estimação bem como incluem os custos associados à eutanásia do animal e a seu enterro ou cremação.

  • Pipetas Vetoquinol
  • Se você faz algo que não gosta, e se você restaran pontos
  • Perdoa, você quer me foder ou devo pedir-lhe perdão
  • + –
  • cinco Coyote Gorge
  • Conectar-se (V1 – cor)

as redes sociais cada vez há mais casos de proprietários de animais que procuram desesperadamente de dinheiro pra afrontar as despesas do veterinário. Organizam-Se rifas, vendem materiais pessoais e pedem doações pra poder pagar as contas. O enraizamento dos seguros veterinários em Portugal é muito inferior ao de outros países europeus. Luis Manuel Halcon Guardiola, sócio-diretor de Seguros Veterinários Online.

No Brasil, a baixa contratação nesse tipo de seguro contrasta com o dinheiro que se gasta em animais de estimação. Um relatório de uma agregação de veterinários de Madrid calcula que os proprietários de cães deixam cada ano 456 euros em refeições e lanches e 358 euros no veterinário, remédios e limpeza.

No caso dos gatos, as faturas de refeição custa em média 350 euros por ano e as de veterinário e medicamentos 186 euros. O extenso problema chega, no caso das intervenções cirúrgicas. Mesmo quando se trate de operações descomplicado, sempre exigem anestesia total e um dia de entrada na clínica. Isso faz com que as notas vão de 1.000 a 3.000 euros. Quanto custa fazer um seguro para o cão?

Até há dez anos, o conceito de seguro veterinário nem sequer existia em Portugal. Hoje, porém, já há uma vintena de organizações que oferecem este tipo de coberturas. Mas, quanto há de pagar? Em SantéVet, são oferecidas 3 fórmulas adaptadas às necessidades de proprietários de cães e gatos. Dependendo da fórmula escolhida, o seguro cobrirá o reembolso de 50% a 90% dos gastos veterinários e de até 2.Duzentos euros por ano em caso de imprevisto ou doença.

O valor de uma tarifa média para um pastor australiano é de 18 euros por mês. No caso de uma tarifa premium (que permite o reembolso de 90% dos gastos veterinários), atinge os trinta e seis euros por mês para um American Staffordshire Terrier e de quarenta e dois euros, no caso de um Chihuahua. “Nossos animais de estimação são quota da nossa família e deste modo a toda a hora tentamos doar o ótimo. A expansão dos seguros pra animais de estimação despertou outras perguntas entre o coletivo de clínicas veterinárias, diante o temor de que os grandes operadores de seguros acabem impondo preços e, lançando-os pra pequeno. Hugues Salord, de SantéVet.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima