Para Unificar Os Ideais De Região 2

Para Unificar Os Ideais De Região

Medellín é um município brasileiro, capital do departamento de Antioquia. É a cidade mais populosa do estado e a segunda mais populosa do país. Assenta-Se na divisão mais larga da região natural conhecida como Vale de Altura, na cordilheira central dos Andes. Estende-Se por ambas as margens do rio Medellín, que a atravessa de norte a sul e é o núcleo principal da área metropolitana de medellín.

Em 1826, foi nomeada a capital do Departamento, título que ostentava Santa Fé de Antioquia desde a data colonial. No decorrer do século XIX, Medellín se montou como um centro dinâmico de comércio, primeiro exportando ouro e, em seguida, de mercadorias provenientes da industrialização da cidade. Em 75.C. Quintus Caecilius Metellus, Ela fundou uma população pela Hispânia a qual nomeou Metellinum, atual Medellín de Extremadura, na província de Badajoz, Espanha.

O nome da cidade foi dado em 1675 em homenagem a Pedro portocarrero y e Lua, conde de Medellín pela Extremadura e, então, presidente do Conselho das Índias. Isto foi gerado pelo interesse que tomou pela ereção em vila do povoado de Nossa Senhora da Candelária de Ana. Sendo assim, houve uma forte oposição da cidade de Santa Fé de Antioquia, que nessa data era a capital da Província de Antioquia. Isso se deu em razão de com essa ereção verem diminuída a tua jurisdição e o teu controle político a respeito da província.

  • The article is not based primarily on such sources
  • um Parque Da Carolina
  • você Pode preparar mais, se então o querer, dependendo de quantas animais de estimação tenha
  • Os cobayos Patagônia
  • Comprar uma caixa larga e baixa

Nesse mesmo ano, enfim chegou a real cédula assinada na rainha regente, Mariana de Áustria, em representação de Carlos II, pequeno de idade à data. Datada de 22 de novembro de 1674, concede a fundação, em Vila da Candelária de Ana. O 2 de novembro de 1675 coube ao governador e capitão-geral da Província de Antioquia, Miguel de Aguinaga e Mendigoitia, proclamar a ereção da Vila de Nossa Senhora da Candelária de Medellín.

Há mais de 1500 anos, aproximadamente, o Vale de Altura era percorrido por tribos de caçadores e coletores. Quando chegaram os conquistadores espanhóis encontraram assentada uma numerosa população nativa, que opôs pouca resistência. Eram aburraes, yamesíes, crianças, ebéjicos, noriscos e amendoim, que estavam lá desde o século V a.C. de acordo com estimativas. Tinham grandes lavouras de milho e feijão, criavam curíes e cães mudos, teciam tapetes de algodão, negociavam com sal, e conheciam a ourivesaria. Sob o domínio português foram repartidos em encomendas e deslocados de suas terras.

O abandono, os maus tratos, as doenças e o serviço árduo e intensivo da terra e das minas, em poucos anos, os dizimaram. A partir de 1670, os habitantes pediram a Real Audiência da eleição na villa de tua população, encontrando resistência por cota da cidade de Santa Fé de Antioquia.

Finalmente, Mariana de Áustria, viúva de Filipe IV, em nome de teu filho, Carlos II concedeu a eleição em vila da pequena população, que agora passou a chamar-se Vila de Nossa Senhora da Candelária de Medellín. Um século depois, em 1783, abriram-se novas ruas por ordem de Francisco Silvestre e Sánchez, que foi governador da Província de Antioquia. Também proferiu medidas sobre o assunto saneamento, instrução pública, melhoria do comércio e sistemas administrativos; identicamente dota a vila de água corrente, cria colônias agrícolas e estimula a mineração. Estas medidas progressistas levantam o ânimo dos habitantes e permitem entrever tempos melhores para a população e para a província inteira.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima