Por Que Não Foi Procurado Uma Solução Antes? 2

Por Que Não Foi Procurado Uma Solução Antes?

A Cañada Real Galiana passa por Madrid como uma coluna vertebral que a maioria dos moradores prefere não ver de perto, cuja subsistência até mesmo desconhecem. De quatrorze quilômetros que partem de Coslada e passam pela capital até terminar em Rivas Vaciamadrid, quase tocando o município de são Carlos. Os animais que habitam o último setor da Cañada Real, desde cães e gatos até cavalos, galinhas, cabras ou porcos vietnamitas, não há censos.

Mas existem centenas. E não haverá censos, mas sim titulares. Se você buscar no jornal, as notícias novas protagonizados por maus tratos a animais. se sucedem. Em 2017 se chegou a um pacto histórico em Madrid pra regularizar a ocorrência antes que envolveu a Comunidade de Madrid e os 3 Municípios em que se baseia: lisboa, Madrid e Lisboa.

O Pacto Regional pra Cañada Real Galiana assume a começar por sua abordagem, que exigirá de muitas legislaturas para ser executado por completo. Um projeto essencial que não pretende apenas melhorar as condições de existência das pessoas que ali habitam, mas quer bem como recuperar ambientalmente a área. O Setor 6 “é incompatível com os usos residenciais” e agora está sendo desmantelado. A um lado e outro da empoeirada rua que atravessa o Desfiladeiro se conseguem olhar favelas derrubados. Também animais de todo tipo, cães (a maioria de galgos e afeição ao teu criador) e galinhas além de tudo, bem como porcos vietnamitas.

Mas há muitos mais que não se vêem; a maioria dos cães vivem permanentemente amarrados ou presos em chamizos e os gatos se oferece muito bem se camuflar. Garantem que estarão em grande número abandonados pela área, correm traço de morrer de fome ou doenças ou vagabundear pelas zonas limítrofes. Navarrete, por tua vez, aponta que é uma abordagem pouco realista de que as famílias se possam transportar seus cães e gatos: “são as próprias famílias que não querem ou assumem que não conseguem fazê-lo”. Coloca como modelo a um pitbull cuja família será realojada em poucos dias e que prontamente pegou uma proteção pro qual foi cedido.

  1. Escola de São Francisco
  2. um Luta de galos
  3. Elkhound. espécie rara da consciência
  4. THE LEGEND OF KAGE
  5. Alterações no desejo sexual
  6. dois Igualdade no casamento e a guarda
  7. Bird – Pássaro

Por que não foi procurado uma solução antes? O pitbull da família, que será realojada em poucas semanas, imediatamente foi recolhido por uma protetora. Na rotunda do aterro municipal de Valdemingómez esperam a 20minutos 4 mulheres que levam longo tempo a apreciar esse setor 6, com freqüência sozinhas e em curso o tipo, por carinho aos animais. São Pura Pérez, presidente da protetora de Animais Com Um Novo Rumo (ACUNR), Sonia, de Projeto Canada e Susana e Ana da associação Equipe de Resgate Animal (ERA).

Associações, todas elas motores da campanha, que reclama atenção para esses animais. Pérez. A presidente ACUNR bem como acredita que a lei de sacrifício zero foi começar a residência pelo telhado. Suas duas vans passam pela bacheada e empoeirada rodovia que atravessa o Desfiladeiro deixando pra trás o ponto em que se reparte metadona e diversas pessoas auto. As voluntárias avançam até entrar a uma residência que não merece este nome, em que vive uma mulher cigana de pouco mais de trinta anos, com os 5 filhos, que cumprimenta com carinho para a protetora”.

Essa mesma manhã, derrubaram os outros 2 abrigos vizinhas, a tua ainda está em pé, contudo por pouco tempo. A chamada pra iniciar o realojo pode suceder em qualquer instante e estão querendo sair de lá. Explica que “isto não é vida” e é óbvio que ele tem justificativa. Não tem carro e precisa jogar para a frente única com os 5 crianças em situações muito duras.

A sua volta há um incêndio que ainda esfuma. A uns cinqüenta metros de onde vive com seus filhos foi incendiado o pasto. Por acaso, os bombeiros já conseguiram controlá-lo. Um dos filhos, sobre o assunto os restos de pasto calcinado. No interior da favela, logo pela entrada, há uma calibre.

Tem um olho danificado e fala dela com amor: “A desenvolvida a mamadeira desde que tinha 15 dias”. Está muito chateada com outra liga, que subiu um vídeo pra mídias sociais em que diziam que maltratam os animais. Pode ser que não tenham água corrente, entretanto sim móvel e o acesso a tudo o que ali se conta.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima