Twitter, Facebook E YouTube, As Ferramentas Educacionais Do Século XXI 2

Twitter, Facebook E YouTube, As Ferramentas Educacionais Do Século XXI

De acordo com o relatório Dos direitos da infância na era digital Global Kids Online, a idade de início do exercício de smartphones elimina-se constantemente. Neste sentido, os jovens espanhóis, que imediatamente tem quinze anos teve teu primeiro smartphone com 12. Enquanto, para os que hoje têm entre nove e 10 anos, lhes deu o primeiro com só 7. Desde o seu nascimento, as outras tecnologias da fato não apenas mudaram a forma de ingerir, de nos relacionarmos com outras pessoas, ou de desfrutar do tempo de lazer. Sua vivência assim como está derivando-se em um novo paradigma educacional. Portanto, em um mundo hiperconectado como este em que vivemos, o

Pere Marquès, diretor da Rede de Educadores e Grupo de Pesquisa de Ensino, Inovação e Multimédia (Dimedu) da Universidade de Barcelona. A modificação de modelo deu ambiente a uma melhoria no serviço tradicional do professor. Ensinar pela sala de aula a usar as redes é ensinar a viver no século XXI.

O fator mais relevante, que fornece recinto a este novo paradigma é o aparecimento da web, ou seja, o que as pessoas possam acessar qualquer dica que eles necessitam, simplesmente, buscando no teu smartphone. Neste novo sistema, as redes sociais, ao se conectar a uma infinidade de pessoas entre si, não servem somente para se correlacionar, contudo que bem como permitem aumentar os nossos conhecimentos.

  • Quais têm mais engagement
  • um Benefícios no regime bonificado
  • Oferece cursos, seminários e Master Class sem qualquer custo
  • Fim-de-semana romântico

Por último, o terceiro elemento que marca esta modificação é a contínua melhoria que caracteriza o mundo em que vivemos. Marquès. Porque é que se vai proibir o uso da internet em sala de aula quando faz porção da existência real dos caras? Já não é tão primordial aprendida de memória, os conceitos, mas saber onde podemos encontrá-las e como aplicá-los.

O serviço em equipe também é fundamental. Ainda não há redes específicas pra cada idade, esta alfabetização digital varia entre os diferentes níveis de ensino. Este é o caso das plataformas virtuais de cada centro. À quantidade que vai aumentando com a idade dos alunos e chegamos ao ensino pós-obrigatório, poderá-se meditar no valor adicionado das mídias sociais gerais.

Do Moral. “De modo parecido, com Facebook podes conceder a investigação a respeito alguma matéria e ilustrarla com diferentes recursos audiovisuais, como videos, infografias ou mapas”, inclui. Além disso, os canais de recursos audiovisuais, como o YouTube ou Vimeo; os podcast ou ficheiros de áudio; e as plataformas de imagens como o Pinterest assim como são bons exemplos pra promover diferentes aprendizagens de diversa índole. Pra professora, outras estratégias do uso educativo das redes entre os alunos passam por oferecer o ciberativismo, a solidariedade e a cooperação sobre isso causas ligadas à defesa dos direitos humanos. Isso sim, sempre tendo em conta que é preferível alavancar o debate de forma presencial antes de fazê-lo virtualmente.

Pra plataformas fechadas dos centros educativos e das redes gerais, há que introduzir o aparecimento de outras, na forma de app em que a começar por jogos, as garotas aprendem o conteúdo de uma obediência. Este é o caso de Smartick, dedicada à matemática; Padlet uma tela digital que permite fazer e criar este artigo projetos; ou Kahoot, um jogo de questões e respostas para repassar os conteúdos ministrados em sala de aula. Do Moral. Mas, da mesma forma que nas anteriores, não toda a educação necessita girar em volta nesse tipo de métodos, que se corre o risco de desumanização, ao não colaborar o desenvolvimento das relações interpessoais”.

nesse significado, o bom emprego das redes em sala de aula exige umas boas práticas por parte dos professores. Marquès. “Dessa forma, é preciso determinar algumas medidas pra que essa inexistência de atenção não dificultar o aprendizado”, conclui. Permitir que as criancinhas gerem o seu tempo, mas a toda a hora estabelecendo prazos de entrega dos trabalhos, e ensiná-los dos perigos do universo virtual são algumas das diretrizes a seguir para gerar uma legal perícia digital no alunado.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Rolar para cima